Rafael Mifano dá vida a madeiras tombadas e tem exposição no CHSA

0
797

A motosserra, ferramenta rude e considerada destruidora, é o veículo condutor da arte de Rafael Mifano, que converte vestígios de madeira em obras de arte. Deste trabalho original nascem esculturas, peças decorativas e móveis personalizados que levam a natureza para dentro de casa, sem impacto ambiental, já que tudo é realizado a partir de árvores já tombadas ou descartadas naturalmente – ou, no máximo, cortadas por motivo de segurança em áreas urbanas. Essas árvores tombadas, que na maioria das vezes são esquecidas e apodrecem, renascem pelas mãos do artista em forma de traços poéticos.

Rafael Mifano ao lado de uma suas obras
Rafael Mifano ao lado de uma suas obras

 

Equacionar a leveza da arte à rusticidade da motosserra e da madeira bruta, proporciona um equilíbrio harmônico e instigante em peças ecléticas e bastante inovadoras. Pela singularidade da matéria-prima e do processo artesanal de fabricação, tem-se uma vantagem: cada trabalho é absolutamente único. Como Rafael.

Rafael Mifano estará expondo suas obras no Clube Hípico de Santo Amaro, dia 27 de maio das 18h00 às 23h00 com curadoria de Edes Dalle Molle. A exposição ficará até o dia 31 de maio.

convite550es

 

Mifano é tataraneto de um grande escultor da Finlândia, Emil Wikström, que inclusive tem museu próprio  , onde Rafael está planejando fazer uma exposição em 2016.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui