José Roberto rumo às Olimpíadas

0
497
José Roberto durante a segunda observatória em Curitiba
crédito de foto: Acervo pessoal/HipicsJosé Roberto durante a segunda observatória em Curitiba

Força, José Roberto, estamos com você rumo às Olimpíadas de Londres!

O cavaleiro santamarense José Roberto Reynoso Fernandez Filho está a um passo das Olimpíadas de Londres 2012 após vencer as três observatórias olímpicas realizadas no Brasil em 4 de março, durante o XXIV Torneio de Verão do CHSA, em 11 de março, na Sociedade Hípica Paranaense, em Curitiba, e em 14 de abril, no Oi Brasil Horse Show Tour, no Rio de Janeiro, com uma extraordinária participação que pode lhe render uma vaga na equipe brasileira de salto.

O próximo passo de José Roberto é uma temporada de três meses na Europa, onde vai se preparar para a etapa final das observatórias que definirão a equipe brasileira. Montando Maestro St. Lois Sanol Dog Protécnica apenas há poucos meses, José Roberto tem obtido excelentes performances de seu cavalo, mostrando a afinada sintonia do conjunto. O cavaleiro diz que isso é resultado da experiência de Maestro em concursos internacionais. “Estou com Maestro desde o final de 2011, mas só entrei em competição com ele neste ano, no Torneio de Verão. Ele é um cavalo com muito potencial e experiente em provas internacionais – como o Campeonato Europeu que ele saltou em setembro de 2011 – e este é um fator muito importante para o conjunto. Contar com um cavalo experiente e um treinamento diário com seis a oito cavalos faz a diferença”, destaca José Roberto.

O cavaleiro está sendo treinado pelo técnico da equipe brasileira de salto, Jean Maurice Bonneau, que já treinou várias equipes e cavaleiros importantes. “Bonneau está me instruindo para que o Maestro e eu estejamos na melhor forma se eventualmente formos fazer parte da equipe olímpica”, detalha. “Claro que o mais importante é poder ir para aprender e trazer esta experiência depois para o Brasil. O Maestro tem experiência em provas na Europa, por Portugal, e ter vencido as três etapas da observatória com ele mostra que fizemos uma boa aquisição. Agradeço a todos os meus investidores pela oportunidade”, finaliza.

A disputa está acirrada, mas o cavaleiro do CHSA confia na sua boa fase, embora existam, como ele mesmo diz, muitos brasileiros que treinam no Brasil, nos Estados Unidos e na Europa com condições de integrar a equipe brasileira que irá para Londres, além de uma comissão técnica para avaliar quais conjuntos estarão mais aptos a participar deste importante evento do esporte mundial.

Apesar disso, a torcida de todo o CHSA é para José Roberto, afinal, ele é um dos principais cavaleiros do cenário atual e tem como uma das suas principais características a capacidade de adaptação aos diversos tipos de cavalos, uma apurada e refinada técnica e uma imensa vontade de vencer.