Clube Hípico de Santo Amaro: um pulmão verde na capital paulista e maior polo hípico do país

0
361

Grandes eventos, infraestrutura de ponta, prioridade ao bem-estar animal, preservação ambiental, responsabilidade social e aumento do número de associados marcam o clube a caminho dos 90 anos de fundação.

A temporada 2023, mais uma vez, fez jus ao slogan: #chsa #hipismoforte. No âmbito esportivo, a Copa Santo Amaro de Salto, em sua 26ª edição, distribuiu mais 700 mil em premiação e segue firme na condição de maior ranking interclubes do país com média de 1,2 inscrições a cada uma de suas 10 etapas.

Tomada das pista de grama João Carlos Kruel, pista de areia Sérgio Brandão e do lado direito a pista de areia Cel Renyldo

No primeiro semestre, o 35º Torneio de Verão, o 8º CSN D Maio e o Paulistão 2023, o estadual para todas as categorias, foram os pontos altos no Salto. Em julho, o CHSA recebeu a nata jovem do hipismo brasileiro no Campeonato Brasileiro de alto rendimento, último ajuste antes do Sul-americano da Juventude 2023.

Ponto alto a cada semana da Pátria, o Aniversário do Clube que completou 88 anos escrevendo a história do hipismo brasileiro, mais uma vez, reuniu a grande família do nosso esporte, sempre com provas para todos os níveis e categorias revelando e formando novos talentos, consagrando amadores e profissionais nas provas de alto rendimento. Destaque para o GP Internacional, válido como observatória olímpica, em que Luiz Gustavo Godinho com Cezanne JMen comemorou sua primeira vitória a 1.60m.

Luis Gustavo e Cezanne JMen na reta de chegada do GP Internacional nos 88 anos do CHSA no obstáculo em memória aos cavalos do cavaleiro olímpico Coronel Renyldo Ferreira, ex-presidente do clube e ícone do hipismo brasileiro

Outros momentos importantes na modalidade Salto foram o 18º Festival BH que apresentou o melhor da criação em duas semanas de concurso e, ao final da temporada em dezembro, a Copa do Brasil de Salto e Salto Iniciantes surpreendeu com mais 1,2 mil participações, mostrando que o clube está sempre preparado para receber grandes eventos.

No Adestramento, o CHSA voltou a sediar dois Concursos Internacionais, após oito anos, inclusive, um Internacional Paradestramento e a Copa Santo Amaro da modalidade também contou com boa participação.

Alta temporada de adestramento no CHSA em 2023

Destaque também para o circuito de cross-country, que a cada Concurso Completo de Equitação, ganha em qualidade, sendo elogiado pelos praticantes e técnicos da modalidade. Ao mesmo tempo, a Escola de Equitação apresentou saldo positivo e a Equoterapia manteve-se com muita responsabilidade social garantindo atendimento gratuito de cerca 80 pacientes.

CHSA é único polo na capital paulista para prática do Concurso Completo de Equitação

E, sem dúvida, o Tênis também tem forte tradição no CHSA e tampouco faltam tenistas fazendo bonito além das quadras do clube. Já o Beach Tennis veio para ficar e está garantindo muita diversão e confraternização aos sócios. O Restaurante do CHSA, agora terceirizado e sem qualquer ônus ao clube, ganhou em qualidade no atendimento aos sócios e visitantes.

Tenis também é tradição no CHSA

São muitos os vieses da família santamarense, mas o Clube com sua infraestrutura única e natureza exuberante, é primeiramente o “lugar do cavalo”. O Hospital Veterinário Thomas Wolff e Centro Cirúrgico 24 horas, atendendo demandas internas e de outros centros hípicos, SPA com equipamentos fisioterápicos de última geração, mais de 20 piquetes, excelentes cavalariços, rígido controle e respeito às normas sanitárias, tornam o clube referência em bem-estar animal.

“Agora em 2024, seguiremos investindo na infraestrutura do clube, esportiva e geral. É um prazer ver o nosso clube a caminho de seus 90 anos crescendo, mantendo sua essência e instalações de referência, com estabilidade financeira e aumento do número de sócios”, destaca Francisco José Mari, que inicia seu sexto mandato na presidência do clube.

Tomada da pista Cel Renyldo Ferreira, principal palco do clube, cercada por mata atlântica originária

“Parabenizo os nossos cavaleiros e amazonas que representam e levam o nome do clube aos principais pódios nacionais e internacionais. Muito obrigado também aos nossos patrocinadores, fundamentais para excelência de nossos eventos. Também gostaria de agradecer à Diretoria, Conselho e sócios que fazem e constroem a história do maior clube hípico da América do Sul. Sejam todos sempre muito bem-vindos”, finaliza Mari.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui